Saiba seus direitos e deveres no trânsito

Aprenda como fazer protetor de quadro na área da corrente com PEDALERIA!

Com as pancadas da corrente, a pintura fica descascada

Você já reparou que na MTB ou urbana com marchas a corrente bate muito no chainstay? Cada vez que a bike passa por um buraco na rua isso acontece, nas trilha então, bate sem parar, e em pouco tempo a pintura está toda machucada, e dependendo da idade do quadro, o tubo chega a gastar, ficando com a parede mais fina de tanto a corrente bater nele.

Pancadas da corrente no quadro descascam a pintura.

A solução é simples mas ainda tem muita gente que não sabe, basta pegar uma tira de câmara de ar e enrolar no tubo, você começa perto da gancheira e vai até a região do pneu, finalizando com uma cinta de nylon. A câmara pode ser de Road Bike (bicicleta de estrada), basta abrir ela no meio, se a câmara for mais larga, corte uma tira de aproximadamente 3cm de largura.

Esse protetor é fácil de fazer mas pode não ser a melhor solução para sua bike, a maioria dos quadros tem o cabo do câmbio traseiro passando por baixo do “chainstay” (nome daquele tubo), e se o cabo for muito rente ao quadro, vai ficar pegando na borracha, e isso pode atrapalhar as trocas de marcha. Quando a rota do cabo é por cima, vindo pelo tubo superior da bike, você fica mais a vontade para enrolar a borracha, usando o espaço a vontade.

Outro detalhe desse tipo solução, é que ela não fica muito bonita, a pesar de proteger bem o quadro. Muita gente não gosta do efeito da sobreposição de camadas de borracha, fica com vários anéis, o modelo mais bonito para esse protetor é mais liso, vem nos quadros caros.
Essa peça é moldada no formato do quadro, e mesmo que você esteja disposto a pagar caro por ela, pode ser que o formato não encaixe bem na sus bike, então é melhor fazer uma na medida!

Nas bicicletas mais caras, o protetor de quadro é moldado no formato do tubo.

MATERIAIS
Vamos precisar de uma borracha mais firme, pode ser também um EVA de 2,5mm, mas uma câmara de ar mais grossa também serve, e isso consegue de graça nas oficinas. Tenha em mãos também de cola de contato, fita crepe, papel e lápis.

Câmara de ar, cola de contato, fita crepe, papel, lápis e tesoura, são os materiais necessários para fazer seu protetor de quadro.

Primeiro vamos delimitar a área de cobertura da borracha com a fita crepe, assim a gente fica mais a vontade para passar cola sem deixar tudo sujo. A cola de contato é aquela que a gente passa nas 2 peças, espera secar e gruda uma na outra.
Quando estiver escolhendo a área, proteja bem o quadro na região do cassette, ali sempre fica estragado pelos choques da corrente.

Escolha o formato da borracha protetora “desenhando” com a fita crepe.

Feito o desenho com a fita crepe, vamos copiar essa forma em um pedaço de papel. Fixe um retângulo da folha pra não ter erro durante a cópia, contorne bem o tubo, use a unha pra vincar a folha no perímetro da fita crepe, depois passe o lápis.
Recorte a folha e dê uma conferida no encaixe, fazendo ajustes se necessário, esse é o gabarito, agora é só cortar a borracha nesse formato.

Limpe bem o protetor e o quadro com álcool antes de passar cola. Passe cola e deixe secar por uns 10 minutos antes de unir as 2 partes. Esse tipo de colagem é única, não dá pra ficar ajeitando, cola na hora, então capricha na pontaria.

Instale a borracha a partir da frente, se der algum problema, o defeito fica na parte interna do tubo!

A peça fica bem moldada ao formato do quadro, e o acabamento é perfeito!

O protetor fica perfeito e discreto, e se um dia você quiser tira-lo, é só puxar e limpar a cola seca com gasolina.

Bom Pedal!


Sobre o Autor

Edu Capivara

Edu Capivara é Delegado Internacional do Biketrial no Brasil desde 1991 e introdutor do esporte em meados da década de 80. É amigo pessoal de Pedro Pi, o inventor do Biketrial e de toda a cúpula da BIU (Biketrial International Union) . Profundo conhecedor do mundo da bike, começou suas aventuras em modalidades como o BMX e o Mountain Bike no início desses esportes no Brasil. Já participou de campeonatos mundiais de biketrial pelo mundo todo, inclusive do primeiro, em 1986 na Europa.

Fonte: www.pedaleria.com.br

(Visited 893 times, 9 visits today)